Voltar

Exército abre Centro de Coordenação e Fiscalização de Explosivos

 

Brasília (DF) - Oficialmente, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 começam no dia 5 de agosto. Porém, o trabalho desempenhado pelo Exército Brasileiro na estrutura de segurança do evento vem desde 2012.

 

Este ano, para aumentar a fiscalização de Produtos Controlados, iniciou-se, no dia 15 de julho, no Quartel-General do Exército, em Brasília (DF), o funcionamento do Centro de Coordenação e Fiscalização de Explosivos (CCFE). A abertura ocorreu no Centro de Operações de Produtos Controlados (COPCON) e contou com a participação de membros das 12 Regiões Militares, por meio de videoconferência.

 

A estrutura do CCFE estará voltada para a coordenação e o acompanhamento das operações interagências de fiscalização e controle de explosivos; das atividades de desembaraço alfandegário de armas de atletas de tiro desportivo e do Pentatlo Moderno; e de autorizações de importação temporária de carros blindados dos chefes de Estado que virão para o evento.

 

Para o Coronel Evaldo Ferreira Batista, Chefe do COPCON, “o Centro representa o compromisso do Exército com a segurança pública, além de contribuir para a prevenção de ilícitos que possam afetar o Grande Evento”.

 

A estrutura permanecerá ativa até o final dos Jogos Paralímpicos, no dia 18 de setembro, e estará vinculada a 12 Coordenações de Fiscalização de Explosivos (CFE), cobrindo todo o território nacional. Ela será operada por pessoal capacitado no planejamento, análise de eventos e execução de operações de fiscalização de Produtos Controlados pelo Exército (PCE), apoiadas por Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP) e Agências Governamentais, dentro da missão constitucional que cabe ao Exército Brasileiro.