Voltar

Operação Guardião III contribui para a segurança dos Jogos

 

Rio de Janeiro (RJ) - Desde o dia 23 de julho, o Exército tem realizado a Operação Guardião III. A atividade é coordenada pelo Comando Logístico, por meio da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC).

 

No Rio de Janeiro, a Operação está sendo executada pela 1ª Região Militar, com o apoio dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública e das Agências Governamentais, com previsão de término para o dia 26 de setembro.

 

O objetivo é contribuir para a segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, de acordo com a missão Constitucional atribuída ao Exército. A atuação acontece na atividade de desembaraço alfandegário e autorização de tráfego de armas, munições e correlatos de atletas participantes dos Jogos. Os militares trabalham em sistema de rodízio, nos terminais 1 e 2 do Aeroporto Tom Jobim.

 

Para Abdel Aziz Mehelba, atleta Olímpico de tiro do Egito, “a segurança é um aspecto muito importante nos Jogos, porque são muitos atletas, famílias e turistas vindos de todo o mundo. Eu estive nos jogos de Londres em 2012 e, comparando, vejo que os procedimentos aqui estão muito bons. Tudo foi fácil e perfeito. Tudo está seguro. Espero que os demais setores sejam como foi aqui no desembaraço”, finaliza o atleta.