Voltar

3º Sgt Poliana Okimoto é bronze na maratona aquática

 

Rio de Janeiro (RJ) - A maratona aquática brasileira está em festa. A 3º Sargento do Exército Brasileiro Poliana Okimoto conquistou a medalha de bronze na prova dos 10km, na Praia de Copacabana, nesta segunda-feira, 15 de agosto. A atleta terminou na quarta colocação, mas a eliminação da francesa Arerlle Muller, por ter se apoiado na italiana Rachele Bruni, colocou a brasileira no pódio, em terceiro lugar. A medalha de ouro ficou com a holandesa Sharon van Rouwendaal e a prata foi para a italiana Rachele Bruni.

 

A militar, paulista de 33 anos, saiu da água emocionada. “Eu mereci essa medalha. Nunca treinei tanto na minha vida. Minha preparação física, a parte psicológica e de nutrição, meus treinos, tudo foi muito intenso. Eu dava meu máximo a cada dia, esperando que fosse conseguir essa medalha. Agora que estou com ela no pescoço, a gente não acredita”, comemorou.

 

Essa conquista representa a volta por cima da atleta. Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, ela sofreu hipotermia e foi obrigada a abandonar a prova. Em Pequim, em 2008, quando estreou nas Olimpíadas, ficou em sétimo lugar. “Depois que saí de Londres, não imaginava que, na próxima competição, estaria melhor ainda e que poderia disputar uma medalha depois de quatro anos. Eu tive de dar a volta por cima. Eu e a maratona aquática brasileira merecemos essa medalha”, desabafou.

 

A Sargento Poliana Okimoto tem uma coleção de medalhas importantes. Entre os principais resultados, o ouro nos 10km e o bronze nos 5km por equipe no Mundial de Barcelona, em 2013. No Mundial de Roma, em 2009, também conquistou a medalha de bronze na prova dos 5km. Agora, no Rio de Janeiro, a militar entrou para a história como a primeira atleta desse esporte a conquistar uma medalha Olímpica.